Laudos Técnicos de Avaliação de Imóveis, Perícias de Engenharia, Due Diligence, Permits, Licenças e Alvarás


Devido ao grande número de solicitações feitas pelos nossos clientes a PLANORDICON está oferecendo serviços técnicos de Elaboração de Laudos Técnicos de Avaliação de Imóveis e Perícias de Engenharia, obtenção de aprovações, alvarás, habite-se, licenças de funcionamento e operação, liberação das ligações das concessionárias e Licenciamentos Ambientais nos âmbitos municipais, estaduais e federais, 

PLANORDICON ENGENHARIA apresenta em seu quadro de colaboradores, engenheiros experientes, capacitados e habilitados para a prestação dos seguintes serviços:
  1. Laudo de Reformas Residenciais e Comerciais;
  2. Laudo técnico de vistoria predial (LTVP);
  3. Relatórios Técnicos e Parecer Técnico;
  4. Perícias de Engenharia;
  5. Constatação de Vícios Construtivos para produção antecipada de provas;
  6. Laudo de Entrega de Obra;
  7. **Laudo Técnico de Avaliação (LTA);
  8. Ensaios Tecnológicos;
  9. Consultorias e assessorias específicas;
  10. Gerenciamento, Monitoramento e Controle de serviços de engenharia;
  11. Ensaios Tecnológicos para constatação de vícios e patologias;
  12. Análise, Entrada, Acompanhamento do processo, Aprovação e Retirada dos pedidos de ligação nas concessionárias locais de água, luz, gás, dados e telefonia;
  13. Entradas, Acompanhamento das análises e vistorias dos fiscais que são necessárias para o recebimento da Aprovação e Emissão de Licenças e Alvarás nos diversos órgãos públicos federais, estaduais e municipais, assim como, o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB).
Para este tipo de trabalho, a PLANORDICON ENGENHARIA está priorizando o atendimento para:
  • Proprietários de imóveis; 
  • Síndicos; 
  • Administradoras de condomínios; 
  • Gerentes prediais e patrimoniais; 
  • Gestores de Facilities.
Para a solicitação de uma proposta comercial,  favor enviar um e-mail para: 

diretoria@planordicon.com.br

**Salientamos que o aceite da PLANORDICON ENGENHARIA para a realização do Laudo Técnico de Pequenas Reformas estará condicionado ao compromisso, tanto do Contatante como também dos terceirizados e do responsável técnico pela execução da reforma, em respeitar as seguintes obrigações:
  • Assinar o termo Termo de Responsabilidade onde determina que "só serão realizados os serviços relacionados no Laudo";
  • Aceitar que será realizada uma vistoria técnica no início e também, no término da reforma com o objetivo de constatar que os serviços relacionados no Laudo, estão de acordo com o que foi realizado na Reforma;
  • Cumprir rigorosamente as Normas referentes a Segurança do Trabalho, NR's e as NBR's da ABNT vigentes no País.

Quais são os Benefícios Obtidos com a Contratação da PLANORDICON para o Gerenciamento dos seus Projetos?


Quais serão os Benefícios obtidos quando decidirmos pela contratação de uma empresa de gerenciamento de projetos para viabilizar os projetos de arquitetura e engenharia, legalizar, planejar, orçar, monitorar, controlar e entregar as nossas obras?  

O gerenciamento de projetos é uma disciplina que tem como objetivo a melhoria do desempenho de um projeto como um todo.

As metodologias utilizadas para a Gerência dos Projetos baseadas no PMBOK tem sido muito usadas por diversas organizações.

A abrangência dos projetos que podem ser gerenciados, consiste no diferencial dessas metodologias. Assim sendo, e considerando especificamente os projetos para o gerenciamento de obras, as organizações estão, cada vez mais, investindo na melhoria de seus processos de desenvolvimento, o que proporciona grandes benefícios para elas pois os Resultados mostram um aumento na qualidade de seus produtos e a diminuição dos esforços para produzi-los e mantê-los.

Abaixo, mostraremos os problemas que impulsionam os nossos clientes a procurar a Planordicon para aplicação na estrutura deles, as Metodologias de Gerenciamento de Projetos de modo a eliminar as causas através da aplicação prática das áreas de conhecimento regidas pelo PMBOK do PMI.

Problema nº   1 - Não entender e nem delimitar o escopo do projeto:

A maior parte dos problemas dos projetos está relacionada ao Escopo. E o escopo vem do levantamento (identificação, entendimento e descrição) dos requisitos. Isso acontece por motivos como: pouco tempo, técnica inadequada, indefinições nos processos de negócios, mudanças etc.

Vantagens obtidas com o Gerenciamento de Projeto:   O Gerenciamento de Projeto resolve isso de forma sistemática. Define uma “lista de desejos” priorizada e aprofunda apenas os requisitos que forem importantes, pouco antes de executá-los. Não carece de aprovações, pois quem executa essas definições é o PMO, o representante máximo do cliente. E se houver mudanças, basta repriorizar a lista.

Problema nº   2 -  Levar “tempo demais” desenvolvendo o produto:

O cliente recebe uma equipe sorridente de consultores, que anotam, tiram fotos e levam modelos de relatório e só encontra com eles novamente meses depois! Isso aumenta bastante a ansiedade do cliente, que provavelmente está pagando todo mês a conta do desenvolvimento.

Vantagens obtidas com o Gerenciamento de Projeto:   A participação a cada Sprint “alivia a ansiedade” do cliente, permitindo que redirecione a construção do produto, se for o caso.

Problema nº   3Não obter aprovações parciais das entregas ao longo do projeto:

Muitos projetos ainda seguem o velho estereótipo da engenharia, os gênios se fecham numa sala e saem de lá com a solução (tabajara) para todos os problemas da humanidade.
Acontece que ao final do projeto percebem que a solução mágica não era nada do que o cliente queria. O famoso “canhão para matar formiga”.

Vantagens obtidas com o Gerenciamento de Projeto:   No Gerenciamento de Projeto  além do PMO ser O PRÓPRIO cliente, existe ao final de cada Sprint, uma Reunião de Revisão. Como a Sprint é um período curto e fixo (timebox), o cliente tem a chance de aprovar entregas parciais ao longo de todo o projeto, aumentando assim a probabilidade de sucesso.

Problema nº   4 Não conseguir reagir a mudanças drásticas rapidamente:

Certa vez participamos de um projeto de 2 anos que a cada 3 meses mudava suas regras de negócio. As regras mudavam por diversos motivos como: novas tecnologias, leis, definições de negócio etc.

A equipe do projeto seguia um processo rígido de aprovações, em que era necessário seguir o C.I.M.  (Controle Integrado de Mudanças) do PMBOK. Uma mudança precisava ser descrita e aguardar na fila para ser julgada por um comitê que nem sempre a aprovava, à revelia da vontade do cliente.

Vantagens obtidas com o Gerenciamento de Projeto:   A cada sprint são priorizados os “desejos” que serão desenvolvidos. Se precisar incluir alterações nos “desejos” antigos, eles são simplesmente vistos como novos desejos entrando na “linha de produção”.  Cabe ao PMO entender que se precisa alterar “desejos” antigos, não terá novos. E com isso, gerenciar as expectativas da empresa cliente.

Problema nº   5 – Não ter uma visão realista do trabalho completado:

Ainda é um erro recorrente organizar a execução dos projetos de forma a terminar “atividades” e não “entregas”. Por mais que o PMI perca a voz pregando o uso da EAP, muita gente constroi EAP's por fase ou, simplesmente, exclui do escopo do projeto, as entregas importantes para o cliente. Dessa forma, quando a equipe termina de executar o trabalho, sempre acaba faltando alguma coisa.

Vantagens obtidas com o Gerenciamento de Projeto:   Para o Gerenciamento de Projeto  isso é muito simples. Primeiro, o PMO determina a “lista de desejos”. Segundo, existe um conceito importantíssimo que é a Definição de Pronto (Definition of Done), com isso tem-se claramente, antes de começar o “jogo”, o que significa estar pronto.

Problema nº   6Deixar problemas e impedimentos para depois:

Infelizmente já vimos muitas vezes acontecer da equipe do projeto decidir sozinha que um problema, uma dificuldade qualquer, deve ser deixada para uma “segunda fase” para viabilizar o cumprimento do prazo do projeto.

Isso gera projetos “eternos” e produtos inúteis. Mas não apenas isso, gera equipes desanimadas por estarem realizando os trabalhos “de qualquer jeito”. Também permite que problemas estruturais continuem acontecendo por longos períodos, em outros projetos.

Vantagens obtidas com o Gerenciamento de Projeto:   No Gerenciamento de Projeto há duas ferramentas que podem ajudar a solucionar esse problema. A primeira, é a obrigatoriedade que o POM tem de direcionar soluções para os impedimentos em até 1 hora após a Daily Meeting. A segunda é a Reunião de Retrospectiva, em que toda equipe discute os pontos fortes e fracos da Sprint (ciclo PDCA).

Problema nº   7Não comunicar andamento, sucesso e fracasso das atividades do projeto:

É aquele velho problema, só o GP tem acesso ao programa MS-Project!! Com isso, manda “ppts” como relatório de status, que nunca tem a fotografia atual do projeto.

Os problemas, ele tenta resolver antes da reunião para não fazer “papelão” E até adota posturas antiéticas como a de esconder informações, se estiver em um ambiente muito hostil.

Vantagens obtidas com o Gerenciamento de Projeto:   No Gerenciamento de Projeto as coisas são simples = TRANSPARÊNCIA. Reuniões diárias, status report está “colado na parede” para quem quiser ver. E é estimulado que as pessoas tragam os problemas para discussão aberta e colaborativa.

Problema nº   8Não seguir um fluxo formal de aprovação de mudanças:

Mudanças não-aprovadas são reprováveis, pois geram custo e não trazem lucro. Também podem impactar em outras “partes” do produto, gerando um enorme problema. Segundo o PMBOK, deve-se seguir um C.I.M para garantir que todos os impactos foram observados, mas isso leva um tempo que nem sempre é viável. Com isso o GP “assume riscos” e tipicamente acaba perdendo o controle da documentação (e com ela, do rumo do projeto).

Vantagens obtidas com o Gerenciamento de Projeto:   No Gerenciamento de Projeto há a preciosa regra de “só pode haver mudanças ao final de cada Sprint”. Com isso a timebox é preservada e-a equipe pode trabalhar “tranquilamente”. Se houver uma urgência que torne impossível esperar, pode-se negociar com o PMO o cancelamento da Sprint e replanejar uma nova (questão de horas).

Problema nº   9Escopo fixo e prazo eterno:

O problema do Escopo fixo é o fato de ser fixo. Vira um jogo de negociação “toma lá, dá cá” e acaba gerando o típico diálogo:

_ Tempo e o custo não podem mudar (Gerente)
_ Ok e o escopo? (Equipe)
_ Também não. (Gerente)

Então, todos juntos fecham os olhos e fingem estimar um prazo, que sabem que não será cumprido pois quando se planeja algo abstrato como a construção de um produto, fica difícil dizer exatamente o tempo que vai levar. Com isso acaba-se estimulando a Lei de Parkinson (O trabalho se expande de modo a preencher todo o tempo disponível para a sua realização) e as estimativas “chute”.

Vantagens obtidas com o Gerenciamento de Projeto:   O Gerenciamento de Projeto estimula o uso de estimativas não lineares e monitora o desempenho da equipe aceitando as variações como parte do processo de execução.  O escopo é aberto, prazo e custo serão fixos.

Resumindo, todos os Gerenciamentos realizados pela Planordicon são:

A. Personalizados e feitos sob medida para as necessidades específicas de cada cliente;

B. Planejados para a entrega de soluções que agreguem Valor e poderão ser reutilizadas e escaláveis ao longo do tempo.


A gestão profissional de projetos requer uma abordagem disciplinada para a definição detalhada dos Objetivos, Atividades e Tarefas (EAP), Organização, Planejamento, Monitoramento, Desenvolvimento e Alinhamento dos Planos Estratégicos com as ações Operacionais, Comunicação entre as Partes Interessadas e o controle da qualidade, prazos e custos financeiros previstos para a realização do Projeto.

Enfim, contratar a PLANORDICON é você garantir que o seu projeto será realizado e entregue conforme previsto.